Especialistas dão dicas para consumidor economizar na conta de luz

Mesmo economizando no consumo de energia elétrica, os brasileiros sentirão as despesas aumentar nos próximos meses. Isso porque o Ministério de Minas e Energia, junto com a Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, aprovou o aumento da tarifa na conta de luz que foi de bandeira vermelha para bandeira vermelha patamar 2. O valor da tarifa cobrada pela Aneel passou a ser de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos. Esta é a primeira vez em que o patamar 2 é acionado na conta de luz do consumidor, e a explicação está na queda dos níveis das hidrelétricas e na falta de chuva em todo o país.

De uma forma mais simples, isso tudo significa que o consumidor final sofrerá com o aumento na conta de luz, mesmo economizando no consumo. Mas isso não quer dizer que não vale a pena economizar no consumo de energia elétrica. Muito pelo contrário, todo esforço para baixar o valor da conta de luz é válido em situações como essa em que a tarifa chegou a R$ 5 a mais a cada 100 kWh consumidos.

Contudo, o consumo consciente de energia elétrica também é válido para todos os momentos do cotidiano. Além de baixar o custo da conta de luz, o consumo consciente impede que medidas exorbitantes sejam tomadas pelo governo para cobrir a demanda de energia no país.

O coordenador de usos finais de energia da empresa Eletropaulo, empresa brasileira de energia elétrica, Rubens Leme, reuniu dicas junto com a Proteste, uma associação de consumidores, para auxiliar os brasileiros na redução da conta de luz e no consumo consciente de energia elétrica.

Segundo as dicas de Rubens Leme e da Proteste, é possível economizar até 20% no consumo de energia elétrica e ainda manter alguns hábitos de consumo. Como é o caso do banho quente no chuveiro, que é indispensável, mas que pode causar grandes problemas na hora de pagar a conta de luz.

As dicas dos especialistas é de que o banho dure no máximo 10 minutos. Além disso, a posição verão do chuveiro chega a economizar até 30% de energia. Manter os buracos de escoamento da água limpos e a resistência em perfeito estado também garantem economia de energia.

No caso da iluminação, os especialistas aconselham o uso de lâmpadas fluorescentes ou ainda as de LED. Além de mais duráveis, elas têm grande potencial de economia de energia. Mas deixá-las ligadas tempo demais não fará com que a conta de luz diminua. Sendo assim, a dica é acender as luzes somente por necessidade.

Em relação a demais eletrodomésticos, as dicas são de acumular tarefas para fazer tudo de uma vez, como é o caso do ferro de passar, juntar uma pilha de roupa para passar tudo de uma vez garante um consumo mais consciente de energia elétrica.